Am.oRg talKs 08 Janeiro 2015 – Medicina Integrativa |Criatividade|Coaching

O professor que se apaixonou pela naturopatia

Paulo Santos é professor de educação física há 10 anos e foi um dos nossos convidados na 1.ª Am.oRg talKs, onde nos falou de naturopatia. Estivemos à conversa com ele para vos dar a conhecer um pouco mais do professor que se apaixonou pela naturopatia. Hoje em dia tem vários pacientes espalhados pelo norte de Portugal e Ponta Delgada e aqui deixamos momentos únicos da sua entrevista, a pensar em si, que nos acompanha.

Paulo Santos, atualmente com 36 anos, está “sempre à procura de saber mais, de ter mais experiências, de, sempre que converso com alguém diferente, saber mais, percebendo a sua experiência de vida, uma vez que a naturopatia, parte da medicina integrativa, é um mundo que não tem fim. Todos os dias surgem estudos novos e temos de estar constantemente atualizados porque o ser humano é a máquina mais perfeita que existe no mundo”.

Pela reação das pessoas presentes nesta 1.ª edição da Am.oRg talKs, vimos que é um tema que suscita bastante interesse e, como tal, solicitámos-lhe que nos falasse do momento da sua vida em que se deu “aquele click” que o fez seguir esta área. “A minha formação de base foi uma licenciatura em educação física, que terminei em 2004, e, desde então, tenho 10 anos ligado à escola. Desta forma, o que me motivou a procurar saber mais, no que diz respeito à saúde do ser humano, foi o facto de sentir que poderia ajudar determinados alunos em aspetos importantes, nomeadamente nos hábitos de higiene, prática desportiva regular, alimentação e pensamento. Estes foram momentos importantes que me despertaram uma nova visão, e me levaram a complementar ao meu trabalho, enquanto professor”, afirmou Paulo Santos.

foto paulo amorg blog

No seguimento da nossa entrevista, Paulo Santos disse que “naturopatia é entender que o ser humano está na natureza, pertence à natureza e terá que estar em equilíbrio segundo as leis da natureza, ou seja, tudo o que está à nossa volta está em equilíbrio, daí que seja muito importante que também nós façamos parte desse equilíbrio, incluindo as 3 chaves da naturopatia: o pensamento, o alimento e o movimento”

Nas consultas, Paulo Santos, utiliza um aparelho de diagnóstico, proveniente da medicina quântica, que emite uma bio-frequência nos pacientes e analisa, em termos funcionais, os órgãos, as estruturas, entre outras coisas. Isto permite que ambas as partes, profissional e paciente, percebam se existe algum desequilíbrio e, consequentemente, as possibilidades de o reequilibrar.

Em Portugal já são reconhecidas as seguintes terapêuticas não convencionais:

  • Naturopatia
  • Homeopatia
  • Medicina tradicional chinesa
  • Osteopatia
  • Acupunctura
  • Quiropraxia
  • Fitoterapia

Por fim, Paulo Santos deixou bem claro que tem como objetivo manter-se atualizado e em constante formação, quer a nível nacional, quer internacional. Prova disso é que, em maio, estará em Lisboa e, em novembro, na Alemanha. “É bastante importante estar atualizado, também ao nível da tecnologia, para o caso de surgirem novas técnicas  e terapias”.

Atualmente pode encontrar os seus serviços em São João da MadeiraEspinhoPonta Delgada e, num futuro breve, no Porto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s